Dádiva na gestão de unidades de conservação: um estudo sobre a participação de conselheiros do Mosaico Veredas-Peruaçu, Brasil

Português
Diversos
Revista de Administração Pública e Gestão Social – APGS
2013
Atenção às normas de uso. Esta publicação está sob a licença Creative Commons.

Descrição

Revista Administração Pública e Gestão Social, 5(4), out-dez 2013, 168-174

 Resumo:

 Em 2002, surgem os Conselhos dos Mosaicos de Unidades de Conservação na área ambiental. Esta instância visa unir esforços e dinamizar a gestão integrada de áreas protegidas. Este trabalho apresenta os resultados de dois anos de criação do Mosaico Veredas-Peruaçu. Por meio de análise de conteúdo das Atas, observação participante e entrevista semiestruturada, discute-se o funcionamento do conselho e a “doação” dos membros. Os dados apontam que o conselho é uma esfera de participação institucionalizada e que a Dádiva está presente. O trabalho amplia as possibilidades de uso do paradigma da dádiva como lente para compreensão da realidade socioambiental brasileira.

Compartilhar